terça-feira, 12 de junho de 2012

Dia dos namorados: É como uma melancia

Se envolver, se apaixonar, chorar de alegria, receber ligações no meio da noite, chorar de tristeza, ter um aperto no coração sem saber o porquê, cantar no chuveiro feito uma louca, achar que tudo está cor de rosa, mesmo quando sua cor favorita é o preto.
Guaguejar quando aquela pessoa passa sem ao menos conhece-la, depois de um olhar trocado saber que é aqueles olhos que deseja ver por muito tempo. Fazer uma dançinha depois que ganhar um beijo na porta de casa, ficar nervosa quando a pessoa chama o seu nome, sentir borboletas voando pelo seu estômago a cada minuto que antecede o beijo.

Dia dos namorados é como uma melancia, doce para uns e cheia de caroços para outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário