domingo, 28 de outubro de 2012

Look do dia: verão 2013

Já vou deixar bem claro pra vocês que esses looks não são pesquisas das tendências do próximo verão, mas sim uma listinha dos look mais lindos que encontro no lookbook e que concerteza usaria, até porquê usar o que se gosta é fundamental.











E aí de qual vocês mais gostaram?


sábado, 27 de outubro de 2012

Meus livros: Sussurro

Nora é uma garota de 16 anos que não se abala por nada, nem por garotos, até conhecer Patch seu parceiro de biologia, ela sente medo dele, mas se sente completamente atraída, desde que ela o conhece começa acontecer coisas estranhas na sua vida.
Autora: Becca Fitzpatrick, se ela não estiver entre livros, provavelmente estará praticando corrida, garipando sapatos nas prateleirasde liquidaçãoou assistindo séries de investigação na tevê. Becca mora no Colorado, Estados Unidos, e sussurro é sua estreia literária

Estou apaixonada pela saga e a continuação chega semana que vem, então esperem rezenhas.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Nosso amor é como a guerra

Lembro de quando você comparou o nosso romance com a segunda guerra mundial, meu pai era o nazista, você era o judeu, e eu, eu era a bomba atômica que meu pai estava criando para explodir em suas mãos!

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Prima traíra parte 1

O ano eu me lembro bem, aliás é difícil esquecer, fui passar as férias do verão de1999 na casa da minha prima e lá ele estava: alto, pele morena do sol, sorriso debochado e uma cicatriz no queixo, quando o olhei meu coração parou por quase um segundo, então ele veio em nossa direção parou e beijou minha prima ~~beijo rápido~~ meu coração parou de novo. Minhas prima fez as devidas apresentações:
-Esse é o meu namorado. Essa é a minha prima ...
Ele sorriu, eu fiquei tensa, então ele disse com seu jeito relaxado:
-Interessante...
Na hora não consegui entender porquê o namorado da minha prima me fazia arrepiar só com um olhar ~~claro eu só tinha 17 anos~~ nunca havia me apaixonado, até aquele momento.
Minha prima ficou doente no último dia do ano, no dia que pensavamos que o mundo acabaria, ela queria ir para a praia com o namorado, mas não podia, então pediu pra mim ir e não dixar nenhuma garota chegar perto dele.
Lá fomos nós, ele estava usando uma calça branca e estava sem camisa exibindo seus lindos músculos, eu usava um vestido azul claro, curto, e estava com os chinelos na mão.
nós não tínhamos trocado uma palavra, e agora estavamos a sós sentados numa pedra enorme, ele me olhou e perguntou:
-Você tem medo de mim?
-Não, eu...
Eminhas palavras ficaram no ar, ele sorriu da minha cara. Chegou perto. Mais perto. Eme beijou. Me levantei e fui embora sorrindo, nunca mais fui beijada daquele jeito e isso já faz mais de dez anos, agora estou com as malas prontas para ir para casa da minha prima passar a virada do ano.

Quem gostou dessa crônica e quer ver a continuação é só acompanhar o blog, que vai ter a continuação no último dia do ano.  

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Me encontra

Depois que já estava começando me sentir livre e até passando batom vermelho quando o dia não estava muito bom, e cantando no chuveiro, cantando muito, você aparece me deixa sem palavras e com lágrimas nos olhos, chegou, tocou a campainha, e falou que me pegaria às oito. E quando chega a noite fico no meu quarto experimentando mil e um vestidos, pego um rosa de lacinho que eu odeio e você adora, coloco uma sapatilha e quando me olho no espelho percebo que você mal entrou na minha vida e já e já está me mudando, você chega na hora marcada me chama no portão, minha mãe fala qu eu não estou ~~ela não quer me ver sofrer de novo~~ nessa mesma hora eu apareço, nos comprimentamos com um aceno de cabeça, nos sentamos no banco de uma pracinha perto de casa, você me conta sobre o curso da faculdade, a nova namorada, e até do sobre o cachorrinho que vocês adotaram, me pergunta o que estou fazendo, nessa hora eu mesma percebo que minha vida não mudou nada: sou a mesma garota que estuda no ensino médio, ler muitos livros, que ajuda a mãe no trabalho, só que não tem mais um namorado.
Voltamos para o portão de casa onde já nos beijamos tantas vezes e percebo que não temos mais nada em comum a não ser o passado, nos despedimos com um beijo no rosto, entro pra casa, minha mãe briga comigo, vou pro quarto e te vejo da minha janela virando a esquina.


Essa semana eu ouvi muito Charlie Brown Jr. E isso acabou me inspirando para esse post, e essa música em especial.

 

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Aneis para garotas com estilo

Minha nova paixão é aneis quanto mais diferentes melhor: bigode, asas, tachas...Pensando nisso separei os melhores que achei na internet:








E aí de qual vocês mais gostaram?


Como ficar longe?


-Promete que vai ficar até eu dormir?
-Prometo.
Foi essa a nossa última conversa , hoje quando acordei não me lembrei de nada (acordei tão atrasada que nem lembraria), corri para o colégio com a sensação de que estava esquecendo de algo, meu melhor me olho e perguntou:
-Como você está?
Na hora me lembrei, ontem fez um ano que você se mudou, mas eu tenho certezaque tínhamos conversado ontem à noite, então as imagens da noite anterior veio a minha cabeça: 'Estava desesperada chorando, tomei alguns comprimidos, tentei cortar os pulsos, quando ia pular a janela para sair de casa encontrei seus olhos negros, você pulou para dentro e ficou calado, com um olhar que diz tudo, pegou meu braço, olhou meu pulso cortado, e vi uma lágrima sair dos teus olhos, você sentou na cama, me chamou para sentar junto, e ficou ali me fazendo carinho e beijando meu rosto, sempre com uma lágrima quando nossos lábios se encontravam.
'Me colocou para dormir e eu mergulhei num sono tranquilo.'
Agora me vejo matando os dois últmos horários para ir para casa ter certeza de que tudo não foi só um sonho. Entro correndo no quarto e e vejo um bilhete com sua letra colado no espelho:
                                          Nunca mais tente se matar,
                                          Você vai acabar me matando,
                                           Ainda te amo,
                           Prometo que venho te ver mais vezes!

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Vida exagerada

A vida é vacilante se as horas são constantes, e os filmes deprimentes, cada minuto se arrasta, minuto este que quero ir embora, sair dessas antigas canções, e lembranças, escrever outras com outras pessoas em um outro tempo, onde os filmes são alegres e não termine em "Fim", mas em "Em fim sós", porque se você quer viver em uma comédia que ela não acabe, mas se estiver vivendo uma tragedia que também não seja o fim, mas o começo de um novo tempo, nada de ser feliz para sempre, que isso não existe nem vai existir. Apenas viva sem se esquecer que para o céu não existe limites.(Exagerado? exagerado! Não tem problema, adoro Cazuza mesmo!) 

domingo, 14 de outubro de 2012

Vestido sempre

Pra mim não existe uma peça mais confortável e feminina do que o vestido, sabe naqueles dias de domingo (tipo hoje) que você acorda sem vontade nenhuma de fazer um look elaborado, mas tem que sair, a melhor opção é um vestido, ou em uma festa a noite com os amigos, a primeira coisa que vem é: qual vestido!?
Pensando nisso separei para vocês os looks mais fofos e ousados lá do lookbook:






E aí de qual vocês mais gostaram?

Palco da vida


Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo. E você pode evitar que ela vá à falência.
Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você. Gostaria que você sempre se lembrasse de que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem desilusões.
Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros.
Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza. Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos. Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não". É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples, que mora dentro de cada um de nós. É ter maturidade para falar "eu errei". É ter ousadia para dizer "me perdoe". É ter sensibilidade para expressar "eu preciso de você”. É ter capacidade de dizer "eu te amo". É ter humildade da receptividade.
Desejo que a vida se torne um canteiro de oportunidades para você ser feliz... E, quando você errar o caminho, recomece, pois assim você descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita, mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância.
Usar as perdas para refinar a paciência.
Usar as falhas para lapidar o prazer.
Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.
Jamais desista de si mesmo.
Jamais desista das pessoas que você ama.
Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo imperdível, ainda que se apresentem dezenas de fatores a demonstrarem o contrário.
Pedras no caminho? Guardo todas... Um dia vou construir um castelo!
 
Autor: Fernando pessoa, não vou deixar por escrito o que acho sobre ele, nem vou colocar sua biografia, deixe que ele mesmo responda:
"Se depois de eu morrer, quiserem escrever a minha biografia,
Não há nada mais simples.
Tem só duas datas - a da minha nascença e a da minha morte.
Entre uma e outra todos os dias são meus"
                                             

sábado, 13 de outubro de 2012

Segredos do céu

O céu me conta tantos segredos, aqueles que não fui convidada a saber e nem viver em tal época para vibrar, chorar e amar.
Não conheci as inspirações de Márcio Borges, Fernando Brant, Vinicius de Moraes, Ronaldo Bastos, Lô Borges, Bituca (Milton Nascimento), Renato Russo, Cazuza, Álvares de Azevêdo, e tantos outros gênios.
Não sei qual era a música favorita de Cássia Eller, mas as estrelas dizem algumas tão baixo que quase não da pra ouvir, as estrelas não contam tudo, porque não preciso saber de tudo, me contam o necessário as histórias lindas de um tempo tão antigo que não tenho direito de saber , fazer o quê a lua é minha amiga, quando ela está cheia não conta muito, acha que já contou demais, quando está minguante conta só um pouquinho, mas histórias mais loucas, quando está crescente acha que eu tenho que esperar mais um pouco pra saber da vida dos outros .
O vento sussurra no meu ouvido músicas que eles não tiveram tempo de levar a público, e fico ali balançando o pé e cantarolando uma melodia qualquer.

Sei que minhas palavras podem parecer, mas escrevo pra mim, pra me sentir bem comigo mesma e pelo menosuma pessoa, alguma, pessoa, a pessoa, gosta de tudo isso.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Velha Infância

Para animar essa semana separei uma música linda, que marcou a minha velha infância, não tão velha!



Curtiram?

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Playlist de segunda

Tô cansada dessas músicas sem letras, que dizem qualquer coisa e viram sucesso só por ser dançante.
De uns tempos pra cá tô ouvindo muita música boa, brasileira, e de grandes artístas, vejam só as que não saem mais da minha mente:





Espero que gostem dessas músicas, e para os que não gostaram sem problemas!