quarta-feira, 30 de abril de 2014

Sem Razão Nenhuma Aparente

Saudade é tema recorrente.
Aprendi a não idealizar as coisas e pessoas do passado, para não pensar que ele foi melhor do que realmente foi. Ah, mas saudade é um daqueles sentimentos inexplicáveis que, chega para destruir sem razão nenhuma aparente.
É inevitável, sentimos algum cheiro, gosto ou pessoa, sendo que o último, muitas vezes deixa um vazio tão grande no coração que nem a presença de antigos cheiros e gostos pode preencher.
Sou levada a acreditar que sempre vou sentir saudade, pode ser a mais pura verdade, mas tenho que esconder, uma vez que as pessoas à minha volta não suportam isso, e elas estão certas.
Escrevo para distrair, essas palavras são como a saudade, sem razão nenhuma aparente.

terça-feira, 29 de abril de 2014

De Onde Mais se espera, parte 3

- O que você tem?
Não sabia se sentava, se olhava para meus pés, pra ela, ou desligava aquela música que parecia mais uma despedida. Fiquei com a primeira opção e me sentei, segurei a mão livre dela.
- Ah, por quê você demorou tanto? era você que eu mais esperava.
- Não sei, mas sempre quis vim te ver.
Ela não tinha respondido minha pergunta e, não sei se eu queria que ela respondesse, afinal, a garota mais linda que eu conheci estava à minha frente, podia imaginar algumas coisas mais interessantes que saber o que ela tinha. Mas meu coração estava acelerado e eu precisava saber o que ela estava enfrentando.
- Estou com AIDS.

Continua...

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Minha Nail Art: Poás

Eu nem sei quanto tempo faz que eu não posto uma nail art aqui no blog, tudo por causa da minha dedicação as aulas de violão, aí não estou deixando minhas unhas crescerem, por isso fico com muita preguiça de fazer algo diferente com a unha curtinha, mas hoje dei a louca e resolvi fazer e postar. Espero que essa louca me visite sempre... hehehe!

Usei Mistérios do destino da Avon.

Também usei Terça Happy Your da Avon.

Usei Casco de cavalo do Novo Toque

Como fiz:

 Pintei todas as unhas menos do dedo anelar com o Mistérios do Destino.

A unha do dedo anelar pintei com o Terça Happy Your.

Fiz bolinhas com o esmalte Terça Happy Your.

Depois na filha única fiz bolinhas com o esmalte Mistérios do Destino.

Passei o Casco de cavalo (nome engraçado) para o esmalte não sair com facilidade.
O que acharam??

domingo, 27 de abril de 2014

Meus Livros: Nascida à Meia-Noite (Acampamento Shadow Falls)

Assim que comecei ler Nascia à meia-noite vi que não conseguiria parar sem ficar realmente curiosa, sério, o final de cada capítulo é um isentivo para ler o próximo.
O livro narra a vida de Kylie, uma garota normal, que enfrenta o fim do namoro, o divórcio dos pais e a morte da avó. Ela vai parar no acampamento Shadow Falls para jovens "problemáticos", mas ela fica sabendo que ninguém ali é realmente problemático e sim, que são sobrenaturais.
Tudo que ela queria era ir embora, mas depois de conhecer Derek e Lucas as coisas ficam ainda mais confusas, além de não saber o que ela é, afinal se ela está ali é por alguma razão.
A narrativa é super evolvente, e desde o início do livro dei boas risadas. Li em menos de uma semana, mas só porque não queria acabar logo. Agora estou com muita vontade de ler Desperta ao Amanhecer

Sobre Autora: Esse é o primeiro livro que leio da C.C. Hunter ou Chritie Craig seu verdadeiro nome, ela nasceu no estado do Alabama nos Estados Unidos, e hoje mora nos Texas. E ela escreve tanto com seu nome verdadeiro quanto com seu pseudônimo.

sábado, 26 de abril de 2014

Dá o Play

Sabe quanto tempo eu não posto uma daquelas músicas que eu tanto amo? nem eu sei, só acho que não foi esse ano então aqui vai duas músicas lindas lindas.



Duas músicas maravilhosas...

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Roube o Look: Gi Ferrarezi

A Giovanna Ferrarezi é dona do blog Radioactive Unicorns, dela não queria só a inspiração para um look mas roubar todo o guarda-roupa, sério, o estilo dela é incrível, nem sei mais o que falar... Ela também tem uma coluna no site da Capricho.




O que vocês acharam do estilo da Gi?!

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Não vá...

Entrei em casa atrasada para o jantar que minha mãe havia marcado para às 20h00.
Não podia explicar o atraso, mas não consegui dizer não quando Antônio me chamou para ver seu novo telescópio, a varanda do quarto dele era bem simples tinha apenas uma cadeira e o objeto que fui ver, no final das contas não fui ver o telescópio e sim as estrelas, é claro.
Antônio andou até mim como quem não quer nada só para me mostrar as vantagens de ter um quarto só seu, era muito difícil pra ele pular pra dentro do meu quarto sem que meu irmãozinho visse ou ouvisse. Mas ali no silêncio do quarto dele, com aquele sorriso incrível há alguns centímetros sentia que era exatamente lá que eu deveria estar.
- Queria te beijar antes que você saísse correndo.
- Por quê eu correria?
- Está atrasada para o jantar que sua mãe marcou.
Saí correndo.

domingo, 20 de abril de 2014

Entre contos e parques

- Você escreve bem.
Que garoto idiota, pegou meu caderninho de contos escondido e ainda vem debochar de mim.
- Me poupe do seu sarcasmo.
- Eu tô falando sério, você escreve muito bem.
- Agora me devolve meu caderno.
Ele me entregou sem discutir.
A que eu mais gostei foi a da última página.

Depois de uma sexta-feira de aula não tem que aguente ter ânimo para sair - só os seres populares, que não se preocupam com dor de cabeça. - Depois de uma ducha quente me joguei na cama.
- Acorda Lane - minha mãe estava puxando meu pé. - Você dormiu direto, já são 8h15, ah, e você deixou sua mochila lá na sala.
Me arrastei pra fora da cama. Peguei a mochila na sala e me sentei no sofá para tentar escrever alguma coisa. Faltam algumas folhas para meu caderno acabar, eu não escrevi nada na última folha, pensei.

  Sabia que você iria encontrar, vem me ver aqui no parque perto da sua casa, sábado ás 9h00. 
Arthur.

Não sabia o que fazer, mas fiz o que a minha curiosidade pediu. escovei os dentes rapidinho, coloquei um vestido qualquer e saí correndo para ver o que ele queria.

Andei pelo parque a procura de um cara alto, cabelos claros e sorriso brincalhão. Meus olhos avistaram essa descrição, ele estava sentado em cima de uma toalha branca com todo um piquenique digno do Central Park.
- Para quê tudo isso?
- Para minha escritora favorita - tirou os óculos quadrados e deu uma conferida no meu vestido. - Você está linda!
Sentei ao lado dele sem saber o que dizer ou o que fazer, ele começou a cortar uma maçã e eu fiquei ali olhando como os músculos de baixo da camisa se mexiam com graça.
- Que foi?
- Nada - disse eu toda sem jeito.

Quase no fim do piquenique - que incrivelmente comemos quase tudo -, ou sol estava queimando minha pele mas eu estava feliz com o dia que passei ao lado daquele idiota.
- Acho que vou embora, né? - eu não queria ir, dá pra acreditar?
- Você quem sabe.
- Eu não quero ir.
- Então fica.
Nos beijamos assim sem compromisso algum, e o beijo foi muito bom. 


sábado, 19 de abril de 2014

Cada Vez Mais

O sol brilhava forte quando meu coração se acelerou ao te sentir por perto. Você usava meu modelo de óculos escuros favorito, mas nada conseguia ser melhor que seu sorriso. Sorri também. Nas costas, você levava sua mochila. No topo da cabeça, aquele boné que tomei de você por algumas horas no domingo anterior. E, em alguma parte de você, estava um pouquinho de mim, também - aquele pouquinho que ficou para trás quando precisei ir. Nós trocamos de cenário e ficamos mais perto do sol. O céu mudou de cor algumas vezes. Foi azul. Foi laranja. Foi os dois ao mesmo tempo. A cada vez que o sol se despedia, um novo tom dava sua beleza ao nosso momento. Você falou sobre seus dias antes e depois de mim. Fez meu sorriso aparecer e minha voz sumir. E posso jurar que algumas borboletas ganharam vida em meu estômago quando você me beijou. Você me fez voltar no tempo, quando eu não conhecia as consequências de um coração partido. Também me fez sentir como se fosse uma pré-adolescente curtindo sua primeira paixão. Você deu vida a um eu que nem sabia mais existir. Fez meu sorriso se tornar mais frequente e fez meus medos ficarem guardados no fundo do baú. E você foi a chave que o trancou. Eu disse o quanto você me fazia bem. Você puxou seus lábios em um grande sorriso enquanto suas bochechas coravam. Olhei seus olhos, sua boca e cada parte do seu rosto. Guardei cada detalhe em mim para que minha memória nunca falhasse ao lembrar aquele momento. Percebi que ter você pertinho de mim assim é quase tão estranho quanto saber que nós compartilhamos o mesmo sentimento. Há muito tempo eu não sei o que é ver meu sorriso refletido em outro alguém. Ou saber que meu coração não é o único batendo em um ritmo distinto. Se tem algo que eu posso afirmar é que você encontrou e despertou em mim sentimentos que eu pensei não sentir nunca mais. Posso pedir um favorzinho? Permaneça por aqui. Porque eu estou me apaixonando por você. Cada vez mais.
  Sobre a autora: Quem escreveu esse texto lindo foi a Juliana Duarte dona do Julie de batom, ela tem dezenove anos e faz faculdade de jornalismo, muito talentosa, né gente?

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Roube o Look: Ana Paula Buzzo

Das blogueiras da Capricho é o estilo da Paula ( dona do Não Provoque ) que mais me intriga, positivamente, é claro, porque na descrição do blog ela já deixa claro que não gosta de usar roupas coloridas, vamos da uma olhadinha nos looks da Paula?!







O que vocês acharam do estilo da Paula?

quarta-feira, 16 de abril de 2014

De onde mais se espera, Parte 2

Subi as escadas com pressa digna de quem perdeu tempo demais, mas quando cheguei na porta entreaberta e ouvi How da Regina Spektor fiquei com medo, o medo que as meninas não sabem que sentimos mas sentimos com toda força.
- Posso entrar?
- Pode.
Me deparei com a minha linda vizinha ruiva, ela estava mais magra e pálida, mas ainda continuava com aqueles maravilhosos cachos de um ruivo hipnotizante. Ela estava tomando inalação, o que me assustou.
- Oi cara.
- Oi.
Silêncio.
- Como você tá?
A música continuava tocando: You are a guest here now... 
- Doente.


Continua...

terça-feira, 15 de abril de 2014

Playlist: As que não saem da cabeça


Faz uma eternidade que não faço post de playlist por aqui, pra compensar estou aqui com as últimas músicas que não saem da minha cabeça:

 







E aí, vocês também curtem essas músicas?




segunda-feira, 14 de abril de 2014

De onde mais se espera, Parte 1

Se fosse para ter alguma explicação não teria graça nenhuma. Pensei quando minha mãe me perguntou por quê eu gostava daquela garota esquisita que morava em frente à nossa casa.
O nome dela era Melissa, ela era uma garota realmente esquisita, mas eu lá com as minhas dúvidas, só queria saber porquê ela não aparecia no colégio. Aquilo já fazia algum tempo, e eu só a via pela janela.
Resolvi fazer o que qualquer amigo faria - mesmo que nós não fôssemos amigos -, uma visita surpresa.
- Ela não quer receber visita - a mãe dela  anunciou da porta, sem me deixar ver dento da casa.
- Pode deixar ele entrar mãe - ouvi a voz de Melissa vindo do andar de cima.
- Tem certeza Mel?
Antes de ouvir a resposta me adiantei e comecei a subir os degraus.

Continua...


sexta-feira, 11 de abril de 2014

#ArianaGrande

A voz como acho que todas vocês sabem e já devem ter ouvido é PODEROSA, e vai ser a voz da talentosa atriz e cantora Ariana Grande que vai embalar meu final de semana, então é isso:
Bom final de semana!

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Roube o Look: Karol Pinheiro

Continuando a tag "Roube o Look" em homenagem as blogueiras da Capricho (Já viu o último?) dessa vez a escolhida foi a Karol Pinheiro quem gosta da Capricho sabe quem é a Karol, pois ela trabalhou durante sete anos na revista, e agora está fazendo um intercâmbio de seis meses em New York (Phina). Vamos ver os Looks da Ka, todos são casuais sem caí na mesmice.



Confesso que o último é o meu favorito <3

quarta-feira, 9 de abril de 2014

As Chatas

As mulheres que mais irão marcar a sua vida são as CHATAS. Também chamadas de loucas, ciumentas, bipolares, confusas, esquisitas. As chatas te ligam de madrugada cobrando algo que você fez na semana passada, elas brigam contigo, olham feio para a mulherada que ta em volta de você, as chatas fazem cara feia, batem o pé, fazem bico, batem boca contigo sem pensar nas consequências e principalmente são ciumentas. Mas vou te perguntar uma coisa: quem não gosta de se sentir desejado?! Uma mulher que não te procura ou não esta nem aí para você ou tem medo de te perder e prefere fingir que não viu ou ouviu nada não tem identidade! As chatas podem incomodar, mas estão ali do seu lado em qualquer situação, não ligam para sua conta bancária ou quantos carros tem na garagem, elas te cercam tanto que não deixam que nada de ruim se aproxime de você.. Elas podem ter seus defeitos mas fazem tudo para ser perfeitas, não pedem desculpas e são marrentas, porém se trata-las bem são as pessoas mais doces que ira conhecer... Então valorize aquela mulher que bate o pé, xinga, teima, porque essa mulher sim esta dando valor para o que você é!"

Autor: Pedro Bial é um jornalista, escritor, cineasta, poeta e apresentador brasileiro. E como vocês viram, ele tem textos maravilhosos.

terça-feira, 8 de abril de 2014

A parte idiota mais feliz!

As vezes e só as vezes me lembro de você. Do seu cheiro, do seu sorriso e do seu olhar marcante.
Mas não se anime isso acontece de vez em nunca, estou ocupada demais tentando te esquecer, caramba! por quê isso acontece? é sempre assim, começo querendo escrever sobre uma coisa e todas a vírgulas me levam até você. Cara, você foi a parte idiota mais feliz da minha vida. O quê que eu tô falando? você me fez chorar rios, e beber tanto a nível de ficar com cirrose.

Nem sei pra que nem porquê, mas simplesmente, gosto de você.

domingo, 6 de abril de 2014

Sem Fim...

Duas batidas na porta, e lá estava à sua frente Gustavo - o melhor amigo de seu irmão mais velho. - E a paixão de Isabela desde os nove anos.
Mas agora as coisas eram diferentes, ela tinha dezesseis e ele vinte e um. Não eram só conhecidos, havia um laço que os unia, um laço invisível, mas que existia.
- Oi - disse ele com a voz mais bela que ela já tinha ouvido.
- Oi.
As razões para estarem juntos naquela sala poderiam ser explicadas de muitas maneiras, mas a mais simples era: a companhia de ambos era agradável.
- O que você vai fazer de bom hoje?
- Nada - disse ele - já estou fazendo o melhor do meu dia.
O rosto dela ficou vermelho na hora, ultimamente eles estavam tendo esse tipo de conversa que a deixava constrangida.
- Fala sério, sei que você tem muitas coisas mais interessantes.
- Pode ser, mas não mais linda.
Ele se aproximou, as respirações começaram a se misturar. Então Pedro - irmão de Isabela - entrou na sala.

sábado, 5 de abril de 2014

Uma Jéssica Confusa...

Não faça o hoje pensando no amanhã. Ninguém consegue ser feliz olhando para o que ainda não viveu. É bom ter expectativas para o futuro, melhor é aproveitar o presente.
Se as coisas ainda não deram certo não é porque não tinham de ser, mas sim porque você não aproveitou o que antecede o que quer.
Olhe para frente, faça além, vá em frente.
Esperar demais por algo ou idealizar faz perder o interesse, vai saber se isso nem é tão bom quanto você pensa que é hoje.

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Meus Livros: A culpa é das Estrelas

A história de Hazel é a seguinte: ela tem câncer no pulmão, sabe que vai morrer só não sabe quando, ah, ela tem 16 anos. Ela conhece Gus, lindo, engraçado, lindo mesmo, que também participa do Grupo de Apoio, ele teve osteossarcoma e, usa uma prótese em uma das pernas. Uma verdadeira história de amor, não daquelas clichês que estamos acostumados, mas algo de verdade, que me fez rir muito e chorar mais ainda. Sabe, eu li tantas resenhas desse livro que, fiquei com medo de não me emocionar ou algo parecido, mas o enredo é incrível, e sério você vai querer MAIS, pelo menos eu quero. Não faço resenha com números de "estrelas", mas com certeza A Culpa é das Estrelas merece um número infinito.
 John Green: Com mais de um milhão de seguidores no twitter, é autor best-seller do The New York Times, premiado com a Printz Medal e o Printz Honor da American Library Association e com o Edgar Award, e foi duas vezes finalista do prêmio literário do LA Times. Com o irmão, Hank, mantém o canal do YouTube “Vlogbrothers”, um dos projetos de vídeo on-line mais populares do mundo. Mora com a mulher e o filho em Indianápolis, Indiana.