domingo, 20 de abril de 2014

Entre contos e parques

- Você escreve bem.
Que garoto idiota, pegou meu caderninho de contos escondido e ainda vem debochar de mim.
- Me poupe do seu sarcasmo.
- Eu tô falando sério, você escreve muito bem.
- Agora me devolve meu caderno.
Ele me entregou sem discutir.
A que eu mais gostei foi a da última página.

Depois de uma sexta-feira de aula não tem que aguente ter ânimo para sair - só os seres populares, que não se preocupam com dor de cabeça. - Depois de uma ducha quente me joguei na cama.
- Acorda Lane - minha mãe estava puxando meu pé. - Você dormiu direto, já são 8h15, ah, e você deixou sua mochila lá na sala.
Me arrastei pra fora da cama. Peguei a mochila na sala e me sentei no sofá para tentar escrever alguma coisa. Faltam algumas folhas para meu caderno acabar, eu não escrevi nada na última folha, pensei.

  Sabia que você iria encontrar, vem me ver aqui no parque perto da sua casa, sábado ás 9h00. 
Arthur.

Não sabia o que fazer, mas fiz o que a minha curiosidade pediu. escovei os dentes rapidinho, coloquei um vestido qualquer e saí correndo para ver o que ele queria.

Andei pelo parque a procura de um cara alto, cabelos claros e sorriso brincalhão. Meus olhos avistaram essa descrição, ele estava sentado em cima de uma toalha branca com todo um piquenique digno do Central Park.
- Para quê tudo isso?
- Para minha escritora favorita - tirou os óculos quadrados e deu uma conferida no meu vestido. - Você está linda!
Sentei ao lado dele sem saber o que dizer ou o que fazer, ele começou a cortar uma maçã e eu fiquei ali olhando como os músculos de baixo da camisa se mexiam com graça.
- Que foi?
- Nada - disse eu toda sem jeito.

Quase no fim do piquenique - que incrivelmente comemos quase tudo -, ou sol estava queimando minha pele mas eu estava feliz com o dia que passei ao lado daquele idiota.
- Acho que vou embora, né? - eu não queria ir, dá pra acreditar?
- Você quem sabe.
- Eu não quero ir.
- Então fica.
Nos beijamos assim sem compromisso algum, e o beijo foi muito bom. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário