sexta-feira, 16 de maio de 2014

Será que eu quero saber o final?

Senti que ele me olhava pela quina vez, não aguentava mais, como um cara pode ser tão sem atitude, estávamos há sete minutos sentados na sala de espera do diretor e ele só tinha me dito um "sinto muito".
- Entrem - ouvimos a voz rouca do direto.
Nos olhamos por menos de um segundo e entramos.
- Será que vocês podem me dizer o que aconteceu? - perguntou ele.
- Eu conto - disse eu - Estava tudo bem até que esse idiota começou a olhar pra mim, até que achei bonitinho ele olhar pra mim e ele, é claro, mas com certeza a namorada dele não achou, ah, e por quê ela não tá aqui?
- Porque você mandou ela para a enfermaria.
- Que seja - dei de ombros. - Quando ele estava vindo em minha direção a namorada dele apareceu na minha frente apontando o dedo no meu nariz, eu simplesmente respirei fundo e disse que não queria nada com ela e muito menos com o namorado dela. Não sei o que aconteceu, mas ela veio pra cima de mim e queria me bater, meu pai não me criou para apanhar, por isso mesmo eu faço Kung fu, e por isso que ela foi parar na enfermaria.
O diretor me olhou meio contendo o riso e por fim perguntou:
- E o que você queria com ela Daniel já que você tem namorada?
Até me encostei um pouco mais, ansiosa para ouvir o que ele tinha a dizer.



Nenhum comentário:

Postar um comentário