terça-feira, 24 de junho de 2014

Por quê tão imperfeito?

Poderia dizer que eu o esqueci um mês depois, mas não. Vi em algum lugar uma teoria que diz que você leva metade do tempo que ficou com uma pessoa para esquecê-la. Só que isso não aconteceu comigo, o único mês que tive com ele foi incrível e não estou nenhum pouco disposta a me esquecer de nenhum detalhe.
Tipo: O cheiro do cabelo dele que ficou no meu travesseiro - ainda nem descobri que xampu fantástico ele usa, ou a massagem que ele fazia nos meus pés. Mas isso tudo não vem ao caso, só serve para fazer propaganda para as garotas que podem estar com algum interesse.
Poderia dizer também que eu não quero esquecê-lo porque ele era incrível, mas aí que vem a contradição, eu não quero esquecê-lo, não porque ele era assim perfeito, mas sim porque ele era imperfeito.
Cara, como amo pessoas imperfeitas, ele me deu um pé na bunda depois de um mês de brigas bestas e reconciliações perfeitas, ops, perfeitas não, reconciliações normais. 

Nota da autora(eu): Não era mesmo pra ser um texto fofo♥.

Nenhum comentário:

Postar um comentário