domingo, 8 de junho de 2014

Reecontro

Fechei os olhos, abri de novo. Era verdade. Estava de frente para a praça onde ele tinha marcado de me ver. Nem acreditei quando recebi aquela ligação no meio da madrugada, ele tinha acabado de chegar ao Brasil e queria me ver, dá pra acreditar?
É, eu acreditei, por isso estava naquela praça em pleno dia de semana, afim, não tem lugar mais clichê para um ex casal se encontrar.
Nossa história não acabou por nada demais, eu não o trai, ele não me traiu, simplesmente ele iria estudar em Nova Iorque e eu não poderia trancar minha matricula na faculdade por um namoro recente e já cheio de discordâncias.
Fiquei bons vinte minutos esperando e nada, quando já estava saindo avistei aquela cabeleira loira tão conhecida e que agora pra baixo dos ombros. Ele também me viu e veio em minha direção com um daqueles sorrisos canalhas.
- Como você está linda Bea.
Nos abraçamos meio sem jeito, até que eu achasse a frase certa para me dirigir a ele:
- Lucas, você está incrível. Como foi tudo?
- Maravilhoso, só que poderia ter sido melhor.
- Com a minha companhia poderia ter sido mesmo.
Rimos um pouco, depois ficamos sérios por ver que não havia muita graça em tudo aquilo.
- O quê aconteceu, depois de quatro anos você ainda se lembra de mim?
- Vai dizer que você me esqueceu? - retrucou ele.
- Não tem como te esquecer seu trocha. Você tá casado, namorando?
- Você acha que eu sou louco para me casar antes dos 30? mas também não tô namorando. E você?
- Também não.
...




Nenhum comentário:

Postar um comentário