terça-feira, 29 de julho de 2014

Meus Pensamentos Mesclados com Algumas Rimas Bestas

Eu estava sozinha procurando motivos para ficar feliz, claro que vinha várias imagens na minha mente, mas nenhuma se fixava tempo suficiente para me fazer sorrir. Só conseguia pensar em como as coisas haviam mudado, e no quanto tudo estava tão igual, o meu cabelo tinha crescido vários centímetros e eu já não era mais considerada uma garota de cabelo curto, mas cara, as coisas não aconteciam, na verdade as coisas não acontecem - não sei porque escrevo no passado se o sentimento que me leva a escrever está no presente. Pode ser que um dia eu olhe para trás e veja como eu fui boba, mas não ligo de ser e parecer boba, tenho que fazer alguma coisa, porque se nada acontece ao menos vou ter as bobagens para lembrar. No meio de vários pensamentos - pensamentos mais desorganizados que os papeis em cima da minha cama -, percebi que sou uma das poucas pessoas que escreve textos longo e reflexivos sem nunca ter vivido nada longo e reflexivo, não que a minha vida seja um borrão sem sentido, mas de todos os sentimentos transformados em palavras a tristeza solitária e a alegria sozinha são os únicos realmente vividos por mim. Não preciso estar acompanhada para estar feliz ou triste, mas um dia - não será hoje nem amanhã - vou escrever contado minhas tristezas e alegrias não mais sozinha. Ps: Não considere a rima besta no fim do texto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário