sábado, 20 de dezembro de 2014

Mais Sozinha Que...

Pode dizer que é frescura ou que eu sou fraca, mas ficar sozinha trabalha muito o meu lado depressivo. As vezes brinco que estou mais sozinha que Caetano Veloso, por causa daquela música que ele interpreta e eu tanto amo, mas tenho quase certeza que ele não é muito sozinho assim.
Já falei de música e artista que gosto, mas acaba que é só para desviar do que eu dizia antes. É o tal do negócio de ficar sozinha e ficar triste por ficar sozinha, alguém que esteja lendo isto pode até pensar que é a coisa mais normal do mundo ficar triste quando se está só. Porém eu não achava isso até algum tempo, sério, adorava ficar sozinha e curtir meus textos incríveis que o silêncio me proporcionava. Aí de um tempo pra cá nem textos nem nada. Sei lá porque eu tô falando isso, talvez seja uma explicação para o meu sumiço daqui do blog, mas também é porque gosto te contar para vocês algumas coisas sem ter que encarar o olhar de: "você só pode ser louca", por isso que adoro tanto ter este blog.

Um comentário:

  1. Graças temos a solidão...
    A amiga mais leal que o mundo atual pode nos oferecer.
    PS: Belo blog.

    ResponderExcluir